Buscar
  • Ana Salviatti

Exposição e método dialético em ' O cAPITAL '


Queridos, como tem passado?


Venho disponibilizar um dos artigos mais importantes que tive a sorte de encontrar ao longo da minha formação. Este artigo do professor Marcos Müller foi um divisor de águas para a minha compreensão do método dialético em Marx, e de seu momento na Obra hegeliana.


Digo sorte, pois o professor Marcos Müller foi das pessoas mais didáticas que encontrei em sala de aula e fora dela. Sem rebaixar a complexidade da tarefa, Müller buscava através de exemplos que estivessem ao nosso alcance, nos trazer mais próximo da proposta Hegeliana. Convidado a uma aula do curso de Lógica Hegeliana, o professor, com uma simpatia e calma ímpar, nos apresentou passagens centrais da Ciência da Lógica por meio de exemplos de frutas encontradas numa feira.


Muitos de nós, ao buscarmos estudar Teoria do Valor, apresentada em O Capital, embarcamos em Hegel para compreender os paralelismos existentes e desvendar, em detalhes, o edifício teórico proposto por Marx.


Pois bem, para Hegel sempre sugiro calma e foco. Calma, pois é dos autores mais importantes e herméticos do pensamento ocidental e calma, pois até você 'entrar' na cabeça do autor, serão muitos parágrafos incompreendidos. Mas tudo é possível, água mole em pedra dura, tanto bate até que fura, não é mesmo?


Para compreender Hegel uma vida toda será, muito provavelmente, o suficiente. Para compreender melhor Marx através de Hegel, há de se fazer esse devido recorte. A chave da entrada e da saída deste autor é não perder isto de vista.


Posto isso, ao se aventurar em Hegel para uma melhor compreensão da Teoria do Valor presente nO Capital, você pode começar por Filosofia da História, lançado pela UNB. De início, você leitor irá achar bastante esquisitas as passagens nas quais Hegel menciona Espirito Universal, Deus, e Ser. Seja bem-vindo ao universo conceitual deste autor.


Outra obra que você pode se aventurar é Filosofia do Direito. Para nossa sorte, o professor Marcos Muller fez sua tradução de ao menos três partes desta obra hegeliana: Introdução, O direito Abstrato e A moralidade.


Quanto a Ciência da Lógica e Fenomenologia do Espírito, cito o próprio Hegel, aguarde o tempo do conceito. Certifique-se de que está familiarizado com as terminologias e conceitos básicos para, então, lançar-se em direção a planta baixa do autor. Uma coisa de cada vez.


Em alguns vídeos curtos, tentei sanar dúvidas elementares sobre Hegel para a melhor compreensão de Marx. Longe de esgotar o tema, busco nesses vídeos apresentar aquilo que está oculto e invertido de forma simples e direta. Desta forma, fiz uma trilogia sobre Fenomenologia do Espírito anos atrás e um vídeo sobre Ciência da Lógica mais recentemente.


Mas, ao invés de assistir a estes vídeos de qualidade duvidosa, exorto vocês a lerem este artigo do professo Müller, que anexo aqui no blog. Já o li, ao menos, 15 vezes e a cada vez aprendo algo novo.



imagem retirada do site: https://www.goethe.de/ins/br/pt/kul/mag/21953740.html

Artigo Muller
.pdf
Download PDF • 1.71MB

223 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo